Friday, March 28, 2008

2 da Eunice Arruda

OBSERVANDO – I

sim

as horas de trégua


Quando se afiam
as facas

***

A TERRA É REDONDA

Se corro corro
o risco de
chegar


Ao mesmo lugar

Eunice Arruda

5 comments:

CeciLia said...

No silêncio
afiam-se
as línguas.

Beijo, poeta

Cecilia

Vieira Calado said...

Olá, Wilson:
Acabo de publicar no blog, os endereços de amigos que colocaram poemas meus, nos seus blogs.
Um abraço

Poesia! said...

bom dia!
gosto muito do sua pagina!
sou adm. do blog “o fogo anda comigo”(thefirewalkswithme.blogspot.com).
o blog tem como ideal um SARAU AMPLIFICADO onde TODOS divulgam suas ideias e, o principal, poemas.
gostaria de ser um parceiro seu!
OBRIGADO!
ofogoandacomigo@yahoo.com.br

Elaine Pauvolid said...

gostei muito dos poemas de eunice arruda
beijos

Cynthia Lopes said...

Meu caro poeta, Eunice Arruda é mágica! adorei, bjssss